Guia de viagem | Budapeste

Eu me apaixonei por Budapeste nos primeiros 5 minutos. Me encantei pela sua arquitetura, suas ruas com os nomes mais esquisitos que já vi na vida e suas praças que me remetem um pouco às pracinhas de cidades do interior sabe? Budapeste é um charme só! Aqui vão minhas dicas.
Não deixe de ir
Em Buda: 
– Castelo de Buda (Royal Palace): Suba de bondinho para assistir ao pôr do sol e, em seguida, se encantar com a cidade toda iluminada lá de cima. É uma vista de tirar o fôlego.
– Chain Bridge (ou ponte Széchenyi): é a ponte que divide Buda de Peste com seus icônicos leões como guardiões da cidade. 

Em Peste:
– Praça dos heróis
– Castelo antigo de Budapeste: fica dentro do City Park que conta ainda com uma casa de banhos termais,  posto para alugar bicicletas e um lago que completa o cenário de conto de fadas.
– Basílica de São Estevão
– Parlamento



Outros:
– Ilha Margarida (Margit Sziget)
– Festival de rock Sziget (fica na Hajogyari Sziget ou Ilha da Diversão)




Onde comer
– Vapiano (Bécsi utca 5, 1052): Já falei deste restaurante aqui e não me canso de falar. Foi em Budapeste que descobrimos este lugar delícia e agora aonde vamos, procuramos por um Vapiano no caminho! 
– NY Café: inaugurado em 1894 por uma famosa família do café, virou ponto de encontro de artistas e escritores e logo ficou conhecido como o “mais belo café do mundo”. E ainda é até hoje. A decoração e arquitetura um tanto quanto barroca faz brilhar os olhinhos de qualquer um que vá fazer uma pausa no seu dia para um cafezinho lá. Além do café, escolha uma das lemonades da casa – elas são deliciosas – e não deixe de conferir as sobremesas!   


Baladas & Drinks
– Szimpla (Kazinczy utca 14, 1075): localizado em um prédio de uma antiga fábrica que estava para ser demolido, foi transformado em um pub que conta com cinema ao ar livre e muita música boa. A decoração é bem exótica, com as paredes rabiscadas e caindo aos pedaços. Mesmo assim, é considerado o terceiro melhor bar do mundo e uma das melhores noitadas de Budapeste. 



Compras
– Mammut em Buda 
– Westend em Peste 
– Centro histórico de Budapeste: É onde você encontra um pouco de tudo – Zara, Mango, Nike, H&M, lojas de souvenirs – e ainda se encanta com a arquitetura. Procure pelas ruas Váci, Deák Ferenc e pela praça Vörösmarty.   

Budapeste é ou não é encantadora? No post da semana que vem tem o guia completo de Salzburgo, na Áustria, não perde!

Esse post faz parte do Guia de viagem do Leste Europeu


Deixe uma resposta