Cultura canadense: 5 aspectos que eu trouxe pro Brasil

Uma das partes mais ricas de fazer uma viagem de intercâmbio é ter a possibilidade de conhecer e mergulhar em uma cultura diferente da sua. E comigo não foi diferente. Me apaixonei pelo Canadá e acabei incorporando alguns aspectos da cultura de lá que estão presentes comigo até hoje aqui no Brasil, quer ver?
Sapato na porta
Um dos primeiros aspectos culturais que tive contato foi deixar o sapato na porta, nunca entrar em casa com eles. E quando você para pra pensar, além de higiênico, facilita na hora da faxina porque, querendo ou não, a casa fica mais limpinha né?
Schedule na geladeira
Eu não sei bem se isso era uma coisa típica só na minha casa de família, mas lá toda a programação da semana, divisão de tarefas de casa e coisas fofas em geral tinham seu lugar especial na porta da geladeira.  Aqui no Brasil, uma coisa que vejo muito são geladeiras lotadas de imãs de todos os lugares que você já visitou. Eu não tenho nada contra quem veste sua geladeira assim, é mais uma questão de adicionar a programação aos suvenires das viagens. Eu como boa administradora, não deixo organização e programação passar não, então toda forma de esquematização pra facilitar a vida vai pra porta da minha geladeira! Já pensou nisso?
Pontualidade
Essa é uma questão um pouco delicada para nós brasileiros, mas a verdade é que eu me acostumei a chegar no horário marcado. Quando eu morava no Canadá, eu tinha que calcular o tempo certinho que levava no metrô, do trajeto da casa de família até a escola de inglês porque não podia chegar atrasada. Hoje em dia, calculo o tempo que levo dirigindo pra chegar nos lugares pensando no horário marcado dos compromissos, ou seja, me tornei uma pessoa super pontual e ainda me pego ficando irritada com pessoas que marcam um horário e sempre se atrasam.
Aperto de mão
No Canadá não existe esse negócio de beijinho na bochecha não, o cumprimento se faz com um aperto de mão. Depois de passar por vários momentos constrangedores, me acostumei tanto com o aperto de mão que quando conheço alguma pessoa nova aqui no Brasil, devo passar por mal educada ou séria demais, porque as vezes eu só dou aquele oi com aceno na cabeça, esqueço que posso ir lá abraçar e dar dois beijinhos.  🙂
I’m sorry
No Canadá é assim, você pisa no pé de alguém sem querer e é ele que te pede desculpas. Andando por downtown é tanto I’m sorry que você ouve, ô povo educado! Eu já era educada antes da viagem tá gente, mas depois que voltei passei a dar mais valor ainda pra educação dos outros e levo a causa gentileza gera gentileza pra vida (especialmente no trânsito!).
Já pensou em incorporar alguns desses aspectos?  Me conta aqui nos comentários! 

One Reply to “Cultura canadense: 5 aspectos que eu trouxe pro Brasil”

  1. Nossa nem fale nessa questão de gentileza! Eu que trabalho um pouco longe de casa e passo boa parte no transito, em onibus, metrô e vejo cada situação que dá tristeza! Existem muita gente bacana, mas conviver com situações assim é muito chata. Tem gente que não liga mas a falta de gentileza, respeito e educação me incomoda até quando é com os outros e não só comigo, sabe quando vc presencia alguma situação que vc pensa que se houvesse mais educação e gentileza tudo seria diferente e melhor?

Deixe uma resposta