Minimalismo: o que é essencial para você?

 

Esses dias assisti ao documentário ‘Minimalismo: um documentário sobre as coisas importantes‘ no Netflix e fiquei inspirada para vir compartilhar com vocês um pouco mais sobre esse estilo de vida.

Já tem quase 3 anos que descobri e trouxe o Minimalismo para a minha vida, mas ainda percebo muitos mitos e estereótipos que permeiam esse assunto. Esse documentário era a oportunidade que estava esperando para mostrar como o Minimalismo pode ser algo possível e irresistível. Infelizmente, o filme me passou a ideia contrária disso e contei mais sobre isso neste vídeo aqui.

A ideia de que para ter uma vida minimalista você precisa ter um guarda-roupa de 30 peças, ou que você precisa se livrar de absolutamente tudo o que você possui e ir morar em um trailler no meio do mato, ou ainda, de que você tem que pedir demissão e ir viajar o mundo, são ideias possíveis sim, mas muito estereotipadas. Não existe regra ou caminho certo para seguir e se tornar minimalista. O que existe é uma reflexão interna e uma descoberta pessoal do que é essencial para você.

Só depois de mergulhar nessa descoberta é que você se dá conta de todas as coisas supérfluas que você possui na sua vida. Coisas materiais acumuladas e sem uso e coisas não materiais sem valor algum. A jornada começa aqui, na eliminação de todas as coisas que não tem valor na sua vida, que não te acrescentam em nada, que não tem sentido nenhum tê-las com você. A partir do desapego, todas as coisas passam a fazer sentido, todos os sonhos ficam possíveis, todas as experências de tornam prioridades. Sua felicidade e suas paixões se tornam prioridade.

Para mim, viver uma vida mais simples é sinônimo de ter a liberdade e a coragem de seguir seus sonhos, é saber quais são suas paixões e abrir espaço para elas na sua vida, é estar presente, é definir tudo aquilo que é importante para você e eliminar todo o resto. É simplificar o dia a dia para abrir espaço para as coisas importantes. É fazer cada dia, um dia importante. É acumular experiências, e não coisas materias. É cuidar de tudo aquilo que é essencial para você – sua família, seus relacionamentos, seu cantinho, suas plantinhas, seu trabalho, seus sonhos, seu crescimento pessoal, sua saúde, sua comunidade.

Só você pode definir o que é essencial na sua vida e só você tem o poder de ir atrás disso! Tá esperando o que?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *