3 coisas que aprendi com o estilo das francesas

aprendi-com-estilo-das-francesas

O estilo das francesas é reconhecido mundialmente como sendo clean, simples e clássico. A blusa listrada, o blazer de corte impecável, a sapatilha – ballet inspired, a camisa de botão branca e muitas outras peças consideradas essenciais em muitos armários pelo mundo afora. Mas, mais do que meras peças clássicas, o estilo francês tem muito mais para nos ensinar, quer ver?

Qualidade em primeiro lugar

Para elas, comprar muita roupa de qualidade inferior é o mesmo que jogar dinheiro no lixo. Não faz sentido investir seu dinheirinho suado em peças que logo logo vão estar desgastadas e sem condições de uso. Melhor investir em peças de qualidade que vão durar uma vida toda, terão muitas histórias para contar e serão ótimas companheiras.

“Cuide de suas roupas como as boas amigas que elas são”. – Joan Crawford

Menos é mais

Imagina abrir o guarda-roupa de manhã, abrir um sorriso ao ver somente peças que você ama usar e decidir o look do dia em menos de 5 minutos. Imagina um armário pequeno, mas suficiente para organizar tudo o que você tem, cada coisinha tem seu espaço. Imagina um armário onde tudo combina entre si, onde peças tem mais de uma função (serve pro escritório, mas também vai bem no fim de semana) como se todas as roupas fizessem parte de uma coleção bem coordenada escolhida a dedo por você. O segredo? Simplicidade. Para as francesas, menos é sinônimo de mais. Elas investem em poucas peças, mas peças versáteis e que combinam com o que já tem no armário.

Moda como expressão pessoal 

Já parou pra pensar que antes de toda essa história de fast fashion, a moda era apenas um instrumento de expressão pessoal? Você usava aquilo que representava seu estilo pessoal, que passava a imagem e mensagem que você queria e você ainda se atrevia a mudar uma coisinha aqui outra ali para personalizar sua roupa e ficar ainda mais a sua cara. Pois é, para as francesas, a moda continua sendo instrumento de individualidade e personalidade e elas são bem conscientes com essa história toda de tendência. Tendência só vai bem se combinar com o guarda-roupa e com o estilo de vida, sacou?

Nesse momento, estou em processo de transformação do meu armário – antes abarrotado de roupas que eu não usava nem gostava, agora focado na filosofia minimalista com um toque de estilo francês e você pode acompanhar tudo lá no youtube. Por lá tem meu processo de desapego, tem o desafio do guarda-roupa francês de 5 peças que foi muito importante para a mudança de pensamento e dos hábitos de consumo, tem armário-cápsula de várias estações e muito mais por vir.

Se você quiser um incentivo a mais para começar a transformação no seu guarda-roupa, tenho 3 livros pra recomendar:

livro-a-parisiense-resenha

A Parisiense, Ines de la Fressange : bem fácil de ler e com uma lista das peças mais queridinhas das francesas.

Madame Charme, Jennifer L. Scott: foi meu primeiro contato com armário-cápsula e minimalismo. A autora conta tudo o que aprendeu morando com uma família francesa e tudo sobre o armário de 10 peças da sua mãe francesa.

A mágica da arrumação, Marie Kondo: mudou a maneira como me relaciono com as coisas materiais que possuo e de quebra, ainda me ensinou a organizar o armário (e a casa toda) de um jeito que nunca mais eu vi bagunça, juro!

E ai, animou para fazer a transformação comigo?

E me conta, o que você já aprendeu com o estilo francês?

4 opiniões sobre “3 coisas que aprendi com o estilo das francesas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *